“Seja herói da sua saúde”

Esse é o tema a campanha Novembro azul de 2019, que traz um alerta para os altos índices do câncer de próstata no Brasil.

De acordo pesquisas, 42 homens morrem por dia, em decorrência ao câncer de próstata, e outros 3 milhões convivem com ela.

Esse número é assustadoramente alto, e por isso todos os anos, a campanha Novembro Azul tem como foco levar informações sobre o câncer de próstata, seu diagnóstico, tratamento e cuidados necessários.

Como surgiu o Novembro azul?

O Novembro Azul teve início em 2003, na Austrália, com um grupo de amigos que resolveram chamar atenção para a saúde masculina deixando o bigode crescer, coisa que na época estava muito fora de moda.

Esse grupo era formado por 30 homens, e, dessa forma, surgiu o November Foundation, organização sem fins lucrativos que buscava arrecadar fundos para auxiliar as pesquisas e tratamentos do câncer de próstata e outras doenças masculinas.

Ao longo dos anos, cada vez mais a campanha foi ganhando força e adeptos; e hoje já é feita em mais de 20 países.

O que é o Novembro Azul?

O Novembro Azul acontece todo mês de novembro; durante esse período, os homens são incentivados a deixar o bigode crescer e as mulheres participam a campanha vestindo azul.

O Novembro Azul veio ao Brasil em 2008 pelo Instituto Lado a Lado pela Vida e a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), durante todo o mês, várias ações são promovidas, entre elas: oferta de exames de próstata gratuitos ou com desconto, ações de conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce e a necessidade da quebra de tabu sobre o exame de próstata.

O que é o câncer de próstata?

A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas,  está localizada abaixo da bexiga e tem como função produzir o esperma.

O câncer de próstata é hoje a neoplasia maligna mais comum na população masculina, e um dos fatores que contribui para a alta mortalidade é o tabu que gira em torno do exame preventivo.

No início, o câncer de próstata é assintomático, ou seja, não apresenta sintomas, e quando os sinais começam a aparecer, já está em fase avançada, o que dificulta muito a  cura.

Os principais sintomas são:

  • Dores ao urinar;
  • Dor óssea;
  • Vontade de urinar com frequência;
  • Presença de sangue na urina e no sêmen.

Deve-se levar em conta que o câncer de próstata, assim como outros cânceres, possuem alguns fatores de risco, mas não é porque você não se enquadra no grupo, que deve evitar os exames.

Os fatores de risco são:

  • Histórico familiar de câncer de próstata;
  • Obesidade;
  • Idade
  • Raça: homens negros sofrem mais incidência.

A importância do diagnóstico precoce

Homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem fazer o exame de próstata anualmente, a fim de garantir o diagnóstico precoce do câncer.

A única forma de garantir a cura dessa neoplasia maligna é descobrindo a doença logo no ínicio, através do exame de toque retal, que possibilita ao médico avaliar as alterações da glândula, como o endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e o exame de sangue PSA.