A campanha Outubro Rosa surgiu em meados de 1990, a partir da primeira corrida pela cura, na cidade de Nova Iorque.

Inicialmente, a idéia da campanha americana era unificar as campanhas de conscientização sobre câncer de Mama e câncer de ovários que já ocorria em alguns estados Americanos, normalmente em Outubro, mas que não seguiam um calendário específico.

Desde então, o Outubro Rosa passou a ser uma campanha Mundial, visando trazer informação para o diagnóstico precoce e a prevenção dessas doenças tão horríveis.

Com o passar dos anos, o Outubro Rosa tornou-se um símbolo, uma data para que houvesse uma comoção mundial não apenas do câncer de mama e ovários, mas de todos os cânceres que podem interromper uma preciosa vida.

Tipos de cânceres abordados no Outubro rosa

Como foi citado acima, hoje o Outubro rosa abraça todos os tipos de cânceres, e com o avanço da tecnologia, profissionais de diversas áreas utilizam a campanha para levar informações de conscientização e prevenção precoce dos cânceres que estão ligadas à sua especialidade.

No Brasil, o câncer que mais atinge mulheres é o câncer de mama, com uma porcentagem de 29,5%, seguida pelo câncer de cólon e reto e colo do útero.

Como lidar com o câncer

A melhor forma de lidar com o câncer é através da prevenção. Sem contar os fatores hereditários, muitos tipos de câncer podem ser evitados com mudanças simples no estilo de vida, entre eles:

  • Boa alimentação;
  • Exercícios físicos regulares;
  • Evitar fumar;
  • Evitar bebidas alcoólicas;
  • Check Up anual;
  • Auto exame.

Como fazer o autoexame de mama

Muitas mulheres sabem da importância do autoexame de mama para o diagnóstico precoce da doença, mas poucas realmente conhecem as técnicas e os sinais que devem ser levados em conta.

Vamos conferir abaixo como fazer o autoexame de mama.

Em pé durante o banho

1 – Levante o braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça;

2 – Com a mão direita esticada, examine a mama esquerda;

3 – Use a polpa dos dedos para analisar devagar cada parte da mama;

4 – Faça movimentos circulares, de cima para baixo;

5 – Repita na outra mama.

Em frente ao espelho

1 – Posicione-se em frente ao espelho;

2 – Observe os seios com os braços caídos;

3 – Coloque as mãos na cintura fazendo força;

4 – Coloque-as atrás da cabeça e observe a posição, forma do mamilo e tamanho dos seios;

5 – Pressione levemente o mamilo e observe se há secreção.

Deitada

1 – Coloque uma toalha dobrada sob o ombro esquerdo para examinar a mama esquerda;

2 – Faça movimentos circulares e uma leve pressão na mama;

3 – Apalpe a metade externa da mama;

4 – Apalpe as axilas;

5 – Inverta o processo para a mama direita.

Sinais que devem ser observados no autoexame de mama

Fique atenta aos sinais que devem ser observados no autoexame de mama, caso algum deles seja encontrado, não entre em pânico e procure um médico o mais rápido possível.

  • Retração, alteração da coloração da mama;
  • Edema, textura tipo casca de laranja em mamas ou axilas;
  • Inversão anormal do mamilo;
  • Descarga papilar espontânea de coloração sanguinolenta ou transparente;
  • Coceira no mamilo que não melhora com o uso de corticoide;
  • Nódulo endurecido na axila.